Skip to main content

VI Simpósio de Biotecnologia

Campo, bancada e indústria

II Mostra Acadêmica


2 a 6 de julho de 2018

Sobre


O Simpósio de Biotecnologia é um evento anual de caráter científico e multidisciplinar organizado pelos alunos do 7° semestre do Curso de Bacharelado em Biotecnologia da Universidade Federal de Pelotas. Em sua sexta edição, o evento visa a divulgação do conhecimento científico, integrando diversas áreas da biotecnologia e proporcionado uma discussão enriquecedora em um ambiente propício para novas ideias e oportunidades.

O VI Simpósio de Biotecnologia irá mostrar o potencial da integração entre as diversas áreas do conhecimento, apresentando em suas palestras e minicursos uma nova visão para a multidisciplinaridade da ciência. Além de proporcionar aos inscritos a possibilidade de participarem da II Mostra Científica, a qual tem como objetivo divulgar as pesquisas que estão sendo desenvolvidas em diferentes laboratórios que incorporam a biotecnologia em suas linhas de pesquisa.

Inscrições


As inscrições para o Simpósio e para a Mostra acadêmica devem ser efetuadas através do seguinte formulário do Google Forms. Após o preechimento do formulário, aguardar um email de confirmação com as instruções de pagamento.


Lembrando: O link do formulário de inscrição nos minicursos será enviado por email, após a realização do pagamento.

Valores


Palestras: R$ 40
Mostra Científica: R$ 20
Minicurso (4 horas): R$ 20
Minicurso (8 horas): R$ 40
Combo #1 (Palestra, Mostra Científica e 1 Minicurso de 4 horas): R$ 75
Combo #2 (Palestra, Mostra Científica e 1 Minicurso de 8 horas): R$ 90

Submissão de resumos

Instruçōes


- Cada resumo poderá conter no máximo 06 (seis) autores, incluindo o orientador.
- O resumo deverá ser enviado conforme o modelo disponível no site, em formato de Resumo Simples (Word) e a apresentação será em formato de banner, com duração de 10 minutos no dia do evento.
- O trabalho só será computado em nosso banco de dados após a confirmação do pagamento.
- Cada inscrição na Mostra Acadêmica dá direito a um envio de resumo e apresentação. Será aceito mais de 1 envio/apresentação mediante novo pagamento.
- Áreas de submissão: Ambiental, Animal, bioinformática, ensino e/ou extensão, microbiologia, vegetal e saúde humana.
- Até dia 22 de Junho para enviar resumo.
- O pagamento da taxa da Mostra é apenas para subsmissão de trabalhos. Todos os ouvintes do evento estão convidados a assistir a sessão de pôsteres nos dias do evento.
- Haverá prêmio destaque para cada área de submissão.



Modelo .doc



Enviar resumo


Os resumos devem ser enviados no formato .PDF para o endereço de e-mail mostravisimposiobiotec@gmail.com.

Programação


Palestras confirmadas

Nanotecnologia aplicada à Saúde

Palestrante: Profª. Dra. Cristiana Lima Dora (PPGCS FURG- Rio Grande)

Possui graduação em Farmácia pela Universidade Luterana do Brasil (2000), especialização em Biossegurança pela Universidade Federal de Santa Catarina (2004), mestrado em Farmácia pela Universidade Federal de Santa Catarina (2003) e doutorado em Farmácia pela Universidade Federal de Santa Catarina (2010). Atualmente é professora da Universidade Federal de Rio Grande na matéria Farmacologia. Atua principalmente no desenvolvimento de micro e nanocarreadores de fármacos e na avaliação da atividade terapêutica das formas farmacêuticas desenvolvidas em cultura de células e em modelos animais.

Ferramentas Biotecnológicas na Aquicultura

Palestrante: Prof. Dr. Luis Fernando Fernandes Marins (PPGCF-FAC-FURG)

Graduado em OCEANOLOGIA pela Universidade Federal do Rio Grande - FURG (1987), mestrado (1993) e doutorado (2001) em Oceanografia Biológica (FURG), com estágio no exterior (University of Southampton, UK). Atualmente é Professor Associado do Instituto de Ciências Biológicas (ICB) da Universidade Federal do Rio Grande (FURG), orientador do Programa de Pós-graduação em Ciências Fisiológicas - Fisiologia Animal Comparada (PPGCF-FAC-FURG), orientador do Programa de Pós-graduação em Aquicultura (PPGAq-FURG), e membro da Comissão Interna de Biossegurança (CIBio-FURG). Desenvolve pesquisa na área de Biologia Molecular aplicada a organismos aquáticos. Os principais temas abordados envolvem estudos de expressão gênica, ecotoxicologia, melhoramento genético, marcadores moleculares e produção de células e peixes geneticamente modificados como modelos experimentais. Vinculado ao Grupo de Pesquisa - Imunologia de Invertebrados: implicações na resistência a doenças em aquicultura e biotecnologia marinha.

Ciência: divulgar é preciso!

Palestrante: Dra. Fernanda Cortez Lopes (Centro de Biotecnologia - UFRGS)

Possui graduação em Farmácia e Habilitação em Análises Clínicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2008), Mestrado (2011) e Doutorado (2015) em Biologia Celular e Molecular, ambos pela mesma Universidade. Durante seu doutorado-sanduíche, na Università di Bologna, trabalhou na caracterização estrutural do Jaburetox, um peptídeo entomo- e fungitóxico. Atuou como Pós-Doutoranda do Departamento de Biofísica da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2015-2016), trabalhando com a investigação da ação fungitóxica de ureases de soja (Glycine max), buscando elucidar o mecanismo de ação destas proteínas. Foi professora substituta na Universidade Federal de Pelotas (2016). Atualmente é pós-doutoranda do Centro de Biotecnologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2017), trabalhando com o desenvolvimento de um biocurativo à base de Jaburetox e polímeros biocompatíveis. Tem experiência nas áreas de Microbiologia, Bioquímica e Biofísica, na produção de enzimas, principalmente proteases, queratinases e celulases e de metabólitos secundários por fungos filamentosos, em especial pigmentos e compostos com atividade antimicrobiana. Além disso, tem atuado na área de purificação e caracterização de proteínas e peptídeos recombinantes por métodos biofísicos, bem como estudos biológicos como atividades antifúngica, antibacteriana e inseticida.

Uso de nanotecnologia cosmética na cicatrização de feridas

Palestrante: Profª. Dra. Maria Teresa Bicca Dode (PPGCE - UCPel)

Possui graduação em Fisioterapia pela Universidade Católica de Pelotas (2007), mestrado em Saúde Coletiva pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (2009), é doutora em Biologia celular e molecular aplicada à saúde pela ULBRA/Canoas. Faz parte do quadro docente do curso de Fisioterapia da UCPEL, ministrando as disciplinas de fisioterapia dermato-funcional, recursos terapêuticos I, Infectologia, TCC I e II, supervisiona os estágios I (Comunitário) e V (ambulatorial). Coordena o programa de pós-graduação em Cosmetologia & Estética da UCPEL, o qual também elaborou toda a estruturação curricular do curso. Fundadora e coordenadora do Grupo de Estudos- Núcleo Interdisciplinar em Fisioterapia (NIF) na UCPEL.

Biomodelos para experimentação animal

Palestrante: Dra. Luisa Maria Gomes de Macedo Braga (Cellvet - Porto Alegre)

Graduada em Medicina Veterinária pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)(1980), mestrado em Ciências Veterinárias pela UFRGS(2000), doutorado em Genética e Biologia Molecular pela UFRGS (2007) e pós-doutorado pela Faculdade de Medicina da USP-InCOR (2009-2012). Ex-presidente da Sociedade Brasileira de Ciência de Animais de Laboratório -SBCAL(2014-2016), onde atua hoje como membro da diretoria. Membro do Conselho Nacional de Controle da Experimentação Animal -CONCEA, representando o CNPq. Coordenadora da Rede Nacional de Biotérios de Produção do CNPq (REBIOTERIO). Membro da Escola Superior de Ética e Comissão de Bem-estar Animal do Conselho Regional de Medicina Veterinária do RS. Membro do Conselho Regional das Américas do International Council of Laboratory Animals Science (ICLAS). Atuou profissionalmente como Diretora da Coordenação de Produção e Experimentação da Animal da FEPPS/RS e como Coordenadora Técnica do Centro de Modelos Biológicos Experimentais (CeMBE) da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), onde também exerceu a função de Médica Veterinária responsável técnica e Médica Veterinária da CEUA-PUCRS. Tem experiência na área de Medicina Veterinária, com ênfase em Gestão de Biotérios, produção e manutenção de colônias de Animais de Laboratório, atuando principalmente nos seguintes temas: animais de laboratório, ética em pesquisa, experimentação animal, terapia celular, células-tronco.

Prospecção de bactérias ácido-láticas nativas com potencial para aplicação na indústria de alimentos

Palestrante: Profª. Dra. Ângela Maria Fiorentini (PPGCTA - UFPel)

Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Santa Maria (1983), mestrado em Ciência dos Alimentos pela Universidade Federal de Santa Catarina (1999) e doutorado em Ciência dos Alimentos pela Universidade Federal de Santa Catarina (2008). Atualmente, é professor Associado I da Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel da Universidade Federal de Pelotas/RS. Atua na área de Ciência e Tecnologia de Alimentos em: Processamento de carnes e derivados, Processamento de lácteos e derivados, BPF e APPCC (Indústria de produtos de origem animal), Microbiologia aplicada à agroindústria (culturas iniciadoras e probióticas em produtos cárneos e lácteos - Bactérias ácido-láticas e Estafilococos coagulase negativa).

A FAPERGS e o cenário da pesquisa no Rio Grande do Sul

Palestrante: Prof. Dr. Odir Antônio Dellagostin (Presidente - FAPERGS)

Odir Dellagostin é formado em Medicina Veterinária pela UFPel (1989), tem doutorado em Biologia Molecular pela University of Surrey - Inglaterra (1995) e pós-doutorado pela mesma Universidade (1997). É professor da UFPel desde 1997 e pesquisador nível 1A do CNPq desde 2007. Tem experiência na área de Biologia Molecular, atuando principalmente no desenvolvimento de vacinas recombinantes, especialmente contra leptospirose. Já publicou mais de 200 artigos científicos e realizou o depósito de 28 patentes. Orientou mais de 45 teses e dissertações pelos programas de pós-graduação em Biotecnologia e em Veterinária. Foi coordenador do Centro de Biotecnologia, Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da UFPel e Diretor do Centro de Desenvolvimento Tecnológico também da UFPel. Foi membro da Comissão Técnica Nacional de Biossegurança do MCTIC, coordenador do Comitê Assessor de Ciências Biológicas da FAPERGS e membro do Comitê Assessor de Veterinária do CNPq. Foi Coordenador da área de Biotecnologia da CAPES de 2014 a março de 2018. Atualmente é Diretor Presidente da FAPERGS.

Minicursos


Produção de cerveja artesanal: da panela ao fermentador

Data: 5 de julho

Turnos: manhã e tarde

Duração: 8 horas

Ministrantes: Msc. Renan Eugênio Araujo Piraine, Prof. Dr. Fábio Pereira Leivas Leite e Mestrando Pedro Machado Medeiros de Albuquerque

O minicurso fornecerá a informação necessária para que você seja capaz de entender os processos envolvidos na fabricação de cerveja artesanal, produzida em casa, em panelas, um passatempo que conquista cada vez mais apaixonados pelo mundo. A abordagem consistirá no passo-a-passo das técnicas empregadas, desde a moagem do grão de malte até o momento da inoculação da levedura no mosto, compreendendo 8 horas, divididas entre uma breve aula teórica na parte da manhã, e durante todo o dia o desenvolvimento da prática, momento conhecido como “brassagem”.

Cultivo de Células Animais

Data: 5 de julho

Turnos: manhã e tarde

Duração: 8 horas

Ministrantes: Mestranda Camila Bender, Msc. Gabriela Klein, Msc. Thaís Larré Oliveira e Pós doutoranda Victoria Mascarenhas

O minicurso será teórico/prático com carga horária de 8 h e abordará princípios, aplicações e tipos de cultivos de células animais, bem como noções de biossegurança em laboratórios de cultivo celular. Na parte prática, o curso tem por objetivo o desenvolvimento de procedimentos para manutenção de células com crescimento em monocamada e a realização de ensaios de viabilidade celular.

Aplicações Biotecnológicas voltadas para área vegetal

Data: 5 de julho

Turnos: manhã e tarde

Duração: 8 horas

Ministrantes: Dra. Isabel Lopes Vighi, Msc. Priscila Ariane Auler, Msc. Cristini Milech e Msc. Tatiana Rossatto

Ferramentas biotecnológicas são amplamente empregadas em diversos estudos, sendo essenciais também para entender os mecanismos de tolêrancia e/ou aumento de produtividade das plantas. Com isso, este minicurso teórico/prático tem por objetivo demonstrar a utlização de técnicas bioquimicas e biotecnológicas em estudos de fisiologia vegetal na interação planta X ambiente com a finalidade de geração de produto. A parte prática irá envolver a observação de técnicas empregadas no laborátorio de Biologia Molecular/PPGFV assim como a realização de repicagem de plantas em cultura de tecidos associado com a explicação do processo de transformação genética em plantas.

Aplicações de cromatografia e espectrometria de massas

\\

Data: 5 de julho

Turnos: manhã e tarde

Duração: 8 horas

Ministrantes: Msc. Rosane Lopes Crizel e Msc. Giovana Paula Zandoná

O minicurso apresentará um panorama geral das técnicas cromatográficas e suas principais aplicações, com ênfase na identificação de compostos por espectrometria de massas. O minicurso terá duração de 8 horas e será ministrado no Laboratório de Cromatografia e Espectrometria de Massas (LaCEM), localizado no Departamento de Ciência e Tecnologia Agroindustrial da UFPel. Durante este período serão abordadas, de forma teórica e prática, as atividades desde o preparo de amostras até identificação de compostos.

Técnicas em experimentação animal

Data: 6 de julho

Turnos: manhã e tarde

Duração: 8 horas

Ministrantes: Profª. Drª. Anelize Campello Felix/Prof. Dr. Amilton Clair Pinto Seixas Neto

O mini-curso é recomendado para alunos e pesquisadores que possuem alguma experiência prévia com experimentação animal (no mínimo disciplina cursada) e/ou pretendem utilizar experimentação animal e necessitam de treinamento; teoria sobre a experimentação animal no Brasil e no mundo, biossegurança, ética, CONCEA e CEUAs, estruturação e manutenção de biotérios e os principais modelos biológicos; treinamento em contenção e manipulação de ratos, camundongos e hamsters; aplicação de injetáveis e coleta de amostras de sangue por diferentes vias; treinamento em práticas recomendadas de eutanásia de animais de laboratório e necropsia.

Identificação de genes de interesse em plantas e suas aplicações nos estresses bióticos e abióticos

Data: 6 de julho

Turnos: manhã

Duração: 4 horas

Ministrantes: Doutorando Luciano Nobuhiro Aoyagi e Mestranda Martina Bianca Fuhrmann

O minicurso de 4h irá intercalar conteúdo teórico e prático, e serão abordadas técnicas de identificação de genes de interesse em plantas para estresses bióticos e abióticos, através de bancos de dados, mapeamento associativo de SNPs (CHIP e GWAS) e análise de expressão por RTqPCR, e como os dados obtidos podem ser utilizados em pesquisas de biotecnologia vegetal, através de técnicas como expressão e silenciamento de genes, sistema CRISPR-Cas9, vetores mais comuns utilizados, técnicas de transformação. Além de apresentar as principais tecnologias desenvolvidas pela Embrapa Soja. Para a parte teórica será abordado sobre como utilizar plataformas de domínio público (RNAseq, Phytozome, KEGG, SoyKB, SoyBase, TAIR, dentre outros bancos para outras espécies) para identificar genes candidatos, desenho de primers para PCR, RTqPCR e clonagem, programas como R para mapeamento associativo, e como trabalhar dados de RTqPCR.

Biotecnologia da Reprodução: Sexagem espermática, embrionária e fetal

Data: 5 de julho

Turnos: manhã e tarde

Duração: 8 horas

Ministrantes: Júlia Damé Fonseca Paschoal, Morgana Alves Borges, Pedro Sica Cruzeiro - mestrandos PPGB – UFPEL

No minicurso será abordado de forma teórica e pratica as técnicas e o uso da biotecnologia na sexagem de espermatozóides, fetos e embriões. Os participantes terão a oportunidade de aprender os principais aspectos básicos sobre a biologia dos gametas e dos embriões, assim como realizar a atividade prática de sexagem de embriões.

Clonagem de DNA e expressão de proteína recombinante

Data: 5 de julho

Turnos: manhã e tarde

Duração: 8 horas

Ministrantes: Msc. Everton Bettin, Msc. Mara Andrade Colares Maia, Msc. Natasha Rodrigues de Oliveira

O minicurso será teórico-prático, com carga horária de 8h, sendo ministrado integralmente no Laboratório de Vacinologia - PPGB. Durante este período irão ser abordadas todas as atividades necessárias para a obtenção de uma proteína recombinante, desde a identificação do gene de interesse até a confirmação da expressão da proteína. Serão realizadas as técnicas de PCR, Eletroforese, Digestão e Ligação do DNA, Transformação Bacteriana, SDS-PAGE e Western blot.

Python para bioinformática: construindo um anotador de genomas

Data: 5 de julho

Turnos: manhã e tarde

Duração: 8 horas

Ministrantes: Msc. Frederico Schmitt Kremer

O minicurso será teórico/prático de 8h e fará uma introdução sobre a linguagem de programação Python e suas aplicações na academia e na indústria, além de abranger conceitos de variáveis e estruturas de dados, operaçōes e expressões lógicas e leitura e escrita de arquivos. Na parte da tarde, o curso tem como objetivo a apresentação do pacote BioPython, leitura de arquivos de sequência no formato FASTA e GenBank, manipulação de sequencias biológicas além de predição de genes e outras operações pertinentes.

Sequenciamento de DNA através do método de Sanger Automatizado

Data: 5 de julho

Turnos: manhã e tarde

Duração: 8 horas

Ministrantes: Msc. William Borges Domingues e mestrando Eduardo Bierhals Blödorn

O minicurso abordará, de forma teórica e prática, a rotina completa de sequenciamento de DNA através do método automatizado de Sanger. Ao longo do minicurso serão desenvolvidos os seguintes temas: Histórico, conceitos básicos e aplicações da técnica de sequenciamento de DNA (manual e automatizado); Amplificação, purificação e quantificação da amostra; Preparo da reação de sequenciamento e análise do resultado.

Probióticos, prebióticos e microencapsulação utilizando a técnica de spray drying

Data: 5 de julho

Turnos: manhã e tarde

Duração: 8 horas

Ministrantes: Mestranda Fernanda Weber Bordini e Msc. Michele Dutra Rosolen

Esse minicurso é direcionado para alunos e pesquisadores com interesse no conhecimento sobre probióticos, prebióticos e suas interações, além do uso da técnica de microencapsulação por spray drying. Será um curso teórico/prático de 8 horas com objetivo de abordar os principais conceitos e perspectivas tecnológicas de utilização de bactérias ácido lácticas com potencial probiótico, sendo a parte prática direcionada aos cultivos das mesmas, preparo de soluções encapsulantes e o processo de encapsulação. 

Montagem e operação de biorreatores de bancada

Data: 6 de julho

Turnos: manhã e tarde

Duração: 4 horas

Ministrantes: Dra. Patrícia Diaz de Oliveira

Será um minicurso de 4h em que serão apresentados conceitos teóricos sobre operação de biorreatores de bancada agitados mecanicamente (Stirred Tank Reactor – STR). Além disso, na parte prática, teremos a abordagem de conceitos tais como calibração, configuração, montagem, esterilização, monitoramento e operação de um biorreator.  

Biotecnologias de preservação de gametas masculinos caninos

Data: 5 de julho

Turnos: manhã e tarde

Duração: 8 horas

Ministrantes: Doutoranda Maria Eduarda Bicca Dode, Doutoranda Stela Mari Meneghello Gheller, Doutoranda Izani Bonel Acosta, Doutoranda Andreia Nobre Anciuti e Mestranda Edenara Anastácio Da Silva.

Biotecnologias de preservação de gametas masculinos caninos é um minicurso que apresenta as vantagens da IA na difusão do material genético em animais de companhia demonstrando os processos envolvidos no resfriamento e na criopreservação de gametas masculinos caninos. A necessidade do entendimento de cada uma das etapas do processo de conservação do sêmem será evidenciada , assim como as possíveis alterações de origem física e química observadas na morfologia das células espermáticas bem como seus efeitos na viabilidade seminal e consequentemente na reprodução. Além disso, serão abordados os principais mecanismos utilizados para minimizar danos celulares e como podem ser avaliados a fim de garantir a conservação de gametas masculinos caninos a médio e longo prazo. 

Mapa